Você está em - Home - Artigos - Níveis médios mais elevados de beta-hCG livre e PAPP-A no primeiro trimestre da gravidez em um grupo étnico chinês. Implicação para o primeiro trimestre de triagem combinado para a síndrome de Down na população chinesa.

Níveis médios mais elevados de beta-hCG livre e PAPP-A no primeiro trimestre da gravidez em um grupo étnico chinês. Implicação para o primeiro trimestre de triagem combinado para a síndrome de Down na população chinesa.

OBJETIVO:
Para estudar o efeito da etnia chinesa sobre as medianas de beta-hCG livre e PAPP-A no primeiro trimestre da gravidez.
MÉTODOS:
Os dados de 943 mulheres submetidas a rastreamento de primeiro trimestre combinado para a síndrome de Down fetal foram analisados ​​para derivar as medianas Chinês-específicas. O risco de síndroma de Down calculada com base nestas medianas chinês específicas foi comparada com aquela baseada no algoritmo original do Fetal Medicine Foundation (FMF).
RESULTADOS:
Os níveis séricos maternos de múltiplos de mediana de beta-hCG livre e PAPP-A. Foram significativamente maiores entre os chineses do que entre os brancos Os ponderadores ajustados gestação específicos medianas foram desenvolvidos. Sem ajuste para a etnia, o algoritmo original de FMF subestimado o risco de síndrome de Down por uma média de 1%. Ajuste por etnia aumentou a taxa de falso-positivo em 10% (de 5,3 para 5,9%).
CONCLUSÃO:
Etnia chinesa têm um nível significativamente mais elevado de soro materno de beta-hCG livre e PAPP-A no primeiro trimestre, o que não pode ser explicado pela diferença no peso materno. Ajuste para a etnia pode ser necessário para estes marcadores bioquímicos em um primeiro programa trimester screening.

Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=).+%22Higher+median+levels+of+free+beta-+hCG+and+PAPP-A+in+the+first+trimester+of+pregnancy+in+a+Chinese+ethnic+group.+Implication+for+first+trimester+combined+screening+for+Down's+syndrome+in+the+Chinese+populatio



Texto Original

OBJECTIVE:
To study the effect of ethnic Chinese on the medians of free beta-hCG and PAPP-A in the first trimester of pregnancy.
METHODS:
The data of 943 women undergoing first trimester combined screening for fetal Down syndrome were analysed to derive the Chinese-specific medians. The calculated risk of Down syndrome based on these Chinese-specific medians was compared with that based on the original algorithm of the Fetal Medicine Foundation (FMF).
RESULTS:
The maternal serum levels of multiples of median of free beta-hCG and PAPP-A were significantly higher among the Chinese than among the Caucasians. The weight-adjusted gestation-specific medians were developed. Without adjustment for ethnicity, the original FMF algorithm underestimated the risk of Down syndrome by a median of 1%. Adjustment by ethnicity increased the false-positive rate by 10% (from 5.3 to 5.9%).
CONCLUSION:
Ethnic Chinese have a significantly higher maternal serum level of free beta-hCG and PAPP-A in the first trimester, which could not be explained by differences in maternal weight. Adjustment for ethnicity may be necessary for these biochemical markers in a first trimester screening program.

Desenvolvimento WSB