Você está em - Home - Artigos - Probabilidade de controle de qualidade relação baseada em medições translucência nucal em 11-14 semanas de gestação.

Probabilidade de controle de qualidade relação baseada em medições translucência nucal em 11-14 semanas de gestação.

Para desenvolver um processo de controlo de qualidade de quantitativa da nuca translucidez de medição (NT) com 11-14 semanas de gestação com base no modelo de mistura, caracterizado por análise da distribuição correspondente da taxa de probabilidade (LR).
Com base no modelo de mistura publicado pela medida da TN no primeiro trimestre, que a distribuição simulada esperado de NT eo LR correspondente. Esta abordagem foi testada pelo controle de qualidade de 15 048 medições NT realizada por quatro operadores treinados e certificados pela Fundação de Medicina Fetal. A abordagem novo controle de qualidade baseado em LR foi comparada com os processos existentes com base em parcelas NT, múltiplos da mediana (mães) e análise do percentil 95 (th).
Cada operador contribuiu 2176-4730 exames. Mediana, 5 (TH) e 95 centil (TH) de valores de NT variaram de 1,4 a 1,6, 1,0-1,0 e 2,2-2,6 mm, respectivamente. Mediana de NT-mamã valores variaram de 0,83 a 0,95. A análise da distribuição das medições NT confirmou desvio dos pressupostos do delta-NT e Windows NT MoM-modelos. Análise das distribuições LR demonstrou uma diferença significativa entre as distribuições observadas e esperadas para todos os operadores (P <10 (-4)).
Um LR processo baseado em controle de qualidade é viável em 11-14 semanas de gestação. Porque é mais sensível ao viés de aferição em torno da área crítica do percentil 95 (th), seu uso deve ser incentivado.

Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20814879



Texto Original

To develop a quantitative quality control process of nuchal translucency (NT) measurement at 11-14 weeks of gestation based on the mixture model, characterized by analysis of the corresponding distribution of the likelihood ratio (LR).
Based on the published mixture model for NT measurement in the first trimester, we simulated the expected distribution of NT and the corresponding LR. This approach was then tested for the quality control of 15 048 NT measurements performed by four operators trained and certified by The Fetal Medicine Foundation. The new quality control approach based on LR was compared with existing processes based on NT plots, multiples of the median (MoMs) and analysis of the 95(th) centile.
Each operator contributed 2176-4730 examinations. Median, 5(th) and 95(th) centile of NT values ranged from 1.4 to 1.6, 1.0 to 1.0 and 2.2 to 2.6 mm, respectively. Median of NT-MoM values ranged from 0.83 to 0.95. Analysis of the distribution of NT measurements confirmed departure from the assumptions of the delta-NT and NT-MoM models. Analysis of LR distributions demonstrated a significant difference between observed and expected distributions for all operators (P < 10(-4) ).
An LR-based quality control process is feasible at 11-14 weeks of gestation. Because it is more sensitive to measurement bias around the critical area of the 95(th) centile, its use should be encouraged.

Desenvolvimento WSB